Rose and Del Rey

Ele era um filho da mãe bipolar. Ela, uma mente selvagem.

Conheceram-se num arraial de uma terrinha, por esse Portugal indefinido. E como acontece nestas situações, nas quais se misturam partes sensivelmente iguais de álcool e hormonas enraivecidas, apeteceu-lhes foder.

Só havia um pequeno pormenor, que ambos pretendiam ignorar, mas lamentavelmente, não podia ser… As putas das convenções sociais.

Toda a gente diz: “Ah e tal, o flirt é essencial. Aquele jogo do gato e do rato, sabes?”. Mas quem quer saber dessa porra quando está com tesão?

Enfim, com esta história toda, acabaram os dois, a espicaçar-se… À espera da morte da bezerra.

(Long story short: As tão benditas regras da sociedade andam a “empatar muita foda”. Mas suponho que seja melhor assim.)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s