E se o Pesadelo Recomeça?

Todos os dias confronto uma luta que parece não ter fim. Mas para vos explicar em que consiste, tenho de colocar em evidência como começou…

Desde que me conheço, sempre me defini como uma pessoa introvertida. Os estímulos exteriores nunca me avivaram a atenção. Se tanto, na maior parte das vezes, causavam-me aversão.

O meu mundo interno, no entanto, sempre foi uma mistura, por vezes tóxica, de emoções. Tenho uma alma com muito pouca calma.

Todos os dias vivo encontro-me a tentar balançar-me na corda bamba da minha existência e acontece que tenho sérios problemas de equilíbrio.

Sinto que tenho muito para expressar e que não tenho a capacidade para o fazer. Às vezes, questiono-me como consigo suportar cada dia… Mas a verdade é que continuo a fazê-lo, independentemente de tudo, inclusive de mim mesma.

Também sucede, no entanto, o exacto contrário. Por vezes, não sinto nada. A apatia para com o mundo e para comigo mesma é inabalável. E parece, quase sempre, impossível de quebrar.

Todos os dias me pergunto se vou sobreviver a este constante efeito ioiô ao qual a minha mente está submetida.

Mas…

E se o pesadelo recomeça?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s