Ce Que Je te Voulais Dire

E naquele momento, pediu-me que escrevesse uma carta com tudo o que te quero dizer. E eu tenho que o fazer. Não há como escapar.

A única questão na minha cabeça é: “Como é que eu coloco por escrito, tudo o que te quero dizer?”. E até agora, não encontro resposta que incorpore a totalidade dos pensamentos que tenho sobre ti. (Nem tu mesmo te sabes definir!)

Não consigo confrontar o facto de que tenho de expôr num pedaço de papel ou numa página de Word. E nem aumentando o limite de espaço, eu consigo ter ideia.

Meu Deus, há tanta coisa que te quero dizer!

Quero dizer-te que sinto a falta do teu sorriso, quando digo algo mais atrevido.

Quero dizer-te que sinto a falta do teu abraço.

Quero dizer-te que sinto a falta do teu olhar.

Quero dizer-te que sinto a falta da tua companhia.

Quero dizer-te que sinto a falta das tuas ideias.

Quero dizer-te que sinto a falta das tuas respostas.

Quero dizer-te que sinto a falta do teu corpo.

Quero dizer-te que sinto a falta do teu perfume.

Quero dizer-te que sinto a tua falta.

Foda-se, sinto a tua falta. E ainda querem que te coloque num ficheiro da minha vida. Quando sei que não vais pertencer num espaço tão insignificante.

És tanto para mim.

Levaste tanto de mim, contigo.

Leva-me toda.

Leva-me. Eu vou.

Leva. O que de mim restou.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s