Saci

(Para quebrar o meu período de seca de escrita em Português. E a fusão de Português Europeu e Brasileiro é propositada.)

____

Sou o Saci,

Saltitando de aventura em desventura.

Mas minha alma não é menos pura

Eu vejo o mundo sendo mais simples assim.

***

No meu tornadinho me escondo,

E matreiro há longos anos me chamam,

Mas a mim sempre me amam

Nesse planeta bem redondo.

***

Coloco meu gorro vermelho

E agarro no meu velho cachimbo

Mas nunca caio no limbo

De viver no completo destrambelho.

***

Eu amo a Amazónia

E ela me protege como um filho.

Me dá maçaroca de milho

Ou eu a surripio da próxima colónia.

***

No verde, me sinto feliz

Não tenho ambições de mais…

Sinto saudade de meus pais

Mas a minha liberdade me faz perdiz.

***

Crio tempestade nas folhas da selva

Mas não trago chuva comigo.

Eu disse que não sou perigo,

Sou tão natural como essa fina relva.

***

Sou só eu, Saci

Saltando de desventura em aventura.

Mas minha alma permanece pura,

Eu sou simplesmente assim .

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s